Fronteira Festival
Data do Fronteira Festival / date
PT | EN

Notícias


IV FFF exibe aclamado filme em 3D de Blake Williams

Publicado em 17/04/2018

Residência de crítica de cinema, mesa-redonda, mostras especiais e Competitiva Internacional de Longas completam a programação desta terça

Considerado uma experiência sinestésica que aprofunda a reflexão sobre a técnica 3D, o filme Protótipo (Prototype), de Blake Williams (Canadá, 2017, 62 min), será exibido hoje, às 15h30, no IV Fronteira Festival. A programação se estende até 21 de abril de 2018, no Cinema Lumière do Banana Shopping, no Centro de Goiânia. Os ingressos podem ser adquiridos a R$8 inteira, R$ 4 meia e R$ 70 o passaporte para todas as sessões.

Estado Crítico - O IV FFF inicia hoje, a partir das 9h, no Espaço Sonhus, a Estado Crítico: residência de crítica cinematográfica, em que dez críticos brasileiros de cinema apreciam e escrevem sobre os filmes programados, sob a orientação dos críticos Ela Bittencourt e Victor Guimarães. 

Memória e preservação - Também no Espaço Sonhus, das 14 às 15h30, o festival promove a mesa-redonda: Memória e Preservação, com os preservadores, pesquisadores e realizadores audiovisuais Hernani Heffner (Brasil), Stephen Broomer (Canadá) e Sami Van Ingen (Finlândia), e mediação do coordenador do curso de Cinema do IFG, Renato Naves Prado.

Cineastas na fronteira - Às 17 horas, no Lumière Banana, Stephen Broomer tem filmes exibidos na Mostra Especial: Cineastas na fronteiraFontes de Paris (Fountains Of Paris, Canadá, 2018, 9 min), O Fantasma de Pepper (Pepper’s Ghost, Canadá, 2013, 18 min), Correntes Selvagens (Wild Currents, Canadá, 2015, 6 min), Variações de um Tema de Michael Snow (Variations On A Theme By Michael Snow, Canadá, 2015, 7 min), O Cais da Rainha (Queen’s Quay, Canadá, 2012, 1 min), Conservatório (Conservatory, Canadá, 2013, 3 min), Balinese Rebar (Canadá, 2011, 3 min), Águas Residuais (Wastewater, Canadá, 2014, 1 min), Forma de Relevo 1 (Landform 1, Canadá, 2015, 2 min), Espíritos da Estação (Spirits In Season, Canadá, 2013, 12 min), Christ Church – Saint James (Canadá, 2011, 6 min) e Brébeuf (Canadá, 2012, 10 min) serão comentados pelo próprio realizador, após a sessão.

Competitiva de Longas - Às 21h30 a Competitiva Internacional de Longas prossegue com Os Olhos da Libélula (Dragonfly Eyes), de Xu Bing (China, 2017, 81 min).